SLAM T

O Slam T é atualmente uma das organizações de Poetry Slam mais dinâmicas em Lisboa, trazendo cada vez mais poetas com ganas de partilhar as suas palavras para os cafés e palcos da capital.

Mas o que é o Poetry Slam? O Poetry Slam surgiu nos Estados Unidos na década de 80. Slam é uma onomatopeia de som que dita o tom performista desta forma expressão. O conteúdo das palavras ditas é muito importante mas também a maneira como o texto é dito. O Poetry Slam tira a declamação do pedestal romântico trazendo-a para um registo mais informal, atrativo para quem diz e para quem escuta.

As regras são simples: Um conjunto de Slammers ou poetas vai ler os seus textos, qualquer pessoa pode participar. É escolhido um juri informalmente pela assistência que vota cada poema/performance numa escala de zero a 10. Os mais votados vão avançando em rondas até um duelo final que consagra o artista da noite. Cada slammer tem de apresentar um texto novo em cada ronda. Tem 3 minutos para o fazer (quem excede é penalizado) e não pode utilizar adereços.

Sérgio Coutinho é o dinamizador do Slam T e não tem problemas em declarar: ‘Quem diz é quem é!’. É ele próprio um Slammer, poeta e performer (faz com Francisco Ferreira a parelha BILINGUE que mistura poesia e música) mas no contexto Slam T atua como Mestre de Cerimónias. Sérgio, ou Juca como é conhecido em alguns circuitos de Lisboa, criou o Slam T para “aumentar a comunidade da malta que diz”. Com esta organização de Poetry Slam procura “trazer pessoas novas, de todas as idades, para a palavra dita e proporcionar novos momentos aos performers que já fazem parte do meio”.

Slam T, ‘Salivaremos!’  3,2,1  SLAM!!

Dentro deste espírito, o Slam T calcorreou Lisboa de lés a lés. Já houve eventos em cafés, escolas, faculdades e até uma excêntrica edição pelo Metro de Lisboa, para surpresa dos utentes que viam a sua carruagem ser invadida por poesia. Na edição de janeiro o Slam T volta às origens. Na próxima 5ª feira (22 de janeiro de 2015) haverá Slam no Café /Bar “Nosso Sítio” em Telheiras. O familiar espaço das ‘Docas de Telheiras’ recebeu o primeiro evento Slam T de sempre em maio de 2014. Será agora palco do primeiro Poetry Slam de 2015, que contará com alguns slammers consagrados da cena lisboeta e um conjunto de iniciantes, prontos a mostrar os seus textos.

O evento terá ainda microfone aberto (qualquer um pode dizer o que lhe vai na alma, fora de qualquer tipo de competição ou restrições) e o lançamento do livro de poemas de Regina Nogueira “Um rasgo na Alma”. O cartaz do evento é desenhado por Rui Mouro e a música ficará a cargo do DJ “Teu primo”, como de costume. O prémio do vencedor será um exemplar do livro de Regina Nogueira e um troféu concebido pela artista Perrine.

O Slam T é um evento aberto por isso, se quiser participar, basta inscrever-se usando os contactos que deixamos ou fazer juz à informalidade da coisa, inscrevendo-se na hora! Como explicámos, o Slam T não tem um espaço fixo para os seus eventos, vai saltitando pela cidade. Para saber onde vão ser os Slams a partir de janeiro de 2015, consulte o facebook da organização.

Onde (próximo evento 5ª feira dia 22 de janeiro de 2015): Café/Bar ‘Nosso Sítio’ Rua Professor João Barreira 35, Telheiras. (Docas de Telheiras)
Como chegar: Metro: Telheiras (linha verde) | Autocarro carris: 747, 767, 778.
Quando (próximo evento): 5ª feira dia 22 de janeiro (2015) às 18h00.
Contacto: poetryslamT@gmail.com     facebook.com/poetryslamt

Relacionados

Share

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.