Onde ficam os quiosques de Lisboa?

Artigo mais recente sobre Onde há quiosques em Lisboa?

Refrescos, tabaco, jornais ou cautelas! Vinde connosco, estimado leitor, vinde conhecer os quiosques de Lisboa, qual fugaz ponto de encontro de histórias e conversas de prezadas damas e respeitosos cavalheiros!”

Estão um pouco por toda a Lisboa nos dias que correm. Muitos surgiram em finais do século XIX, numa cidade que via o seu Passeio Público transformar-se ao estilo parisiense e iniciar a sua expansão para Norte. O cinema fazia as suas primeiras incursões por cá e o culto pelo social e pelo convívio nas ruas da cidade ganhava outros contornos. Assim surgiram os primeiros quiosques lisboetas. Pontos de venda de vários produtos, célebres se tornaram os que vendiam refrescos típicos (daí o nome), como o aclamado capilé, o leite perfumado ou a orchata. Sabiam bem, sabiam a Lisboa, pois então.

Após um considerável hiato na sua atividade, principalmente durante o século XX, o início do presente século despoletou novamente o gosto pelos quiosques lisboetas. Ficou marcadamente provado que, apesar de mais de 100 anos passados, estes continuam a ser carinhosamente apadrinhados pelos alfacinhas. E o caso não é para menos, mercê da quantidade de novos equipamentos do género que surgiram, na sua maioria dedicados a negócios da área da restauração.

Senão vejamos: não há alma lisboeta que ainda não tenha ido (pelo menos uma vez) aos quiosques da Avenida da Liberdade. O do Miradouro de São Pedro de Alcântara é também um dos habitués deste nosso romance. E o que dizer dos Quiosques Refresco do Largo Camões e do Príncipe Real?

No cômputo geral da coisa, cada um destes quiosques citados veio renovar a praça (rua, largo?) onde se inserem, contribuindo para uma nova utilização da zona por parte dos lisboetas. O cardápio de cada um também contribuiu e de maneira para a coisa, como não poderia deixar de ser…

Como opções aos (óptimos) quiosques referenciados, mergulhámos Lisboa fora e criámos as nossas sugestões, como sempre. Surpreenda-se, provavelmente há um (belo) quiosque lisboeta na praceta a 2 minutos de sua casa…

“O que vai desejar, cavalheiro?”

[slider_pro id=”54″]

01. Quiosque da Hamburgueria da Parada | 02. Quiosque do Jardim das Amoreiras
03. Quiosques do Jardim da Estrela | 04. Quiosque do Príncipe Real
05. Quiosque do Refresco da Praça das Flores | 06. Quiosque Holy Crepe
07. Quiosque Ribeira das Naus 08. Quiosque Clara Clara
09. Quiosque Galveias 10. Quiosques do Martim Moniz

Como se constata, estão um pouco por todo o lado. E ainda bem. Ao que parece, continuam a aparecer pelas várias praças e jardins de Lisboa, (quase) cada um com a sua especialidade. Deixamos ainda uma sugestão para conhecer os espaços onde se inserem:

Onde ficam os jardins de Lisboa?

Em jeito de viagem ao passado, transporta para os dias de hoje, tornemo-nos também nós fidalgos do século XIX. Disse!

Relacionados

Share

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.