Já conhece o Jardim da Tapada das Necessidades?

Artigo novo e atualizado sobre “Onde há jardins em Lisboa?”

Decerto que neste momento está com aquele sentimento de que este jardim não lhe é estranho. Acertámos? E se lhe dissermos que é o local onde foi realizado o evento Out Jazz, que tantos lisboetas atraiu? Pois é, não é de espantar que por este ou por outros motivos o jardim da Tapada das Necessidades lhe seja familiar. É um dos fabulosos jardins que Lisboa tem e nós vamos mostrar-lhe porque merece a sua visita.

Localizado numa zona menos movimentada da cidade, este jardim com 10 hectares de área (o equivalente a 10 estádios de futebol) remonta a 1742. Poucos são os visitantes e até lisboetas que se apercebem da sua magnitude e, acima de tudo, – do seu encanto histórico. Mandado construir por D. João V, este jardim romântico pertencia ao Convento da Congregação do Oratório. Após a implementação da República, o convento tornou-se sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas infelizmente os seus jardins foram deixados ao abandono. Apesar de muitas vezes esquecido pelos lisboetas, a Câmara Municipal de Lisboa e a Estação Florestal Nacional uniram esforços de modo a requalificar este belo jardim.

Histórias à parte (pois este jardim está a tornar-se cada vez mais actual), há que destacar a enorme variedade de espaços que proporciona. Não só as caminhadas ganham outro fôlego, como uma pequena merenda à beira de um lago ganha outro encanto.

Um jardim que pede para ser descoberto

É inquestionável a riqueza ambiental e a imponência deste jardim. De entre os muitos espaços que se podem encontrar lá dentro,  o jardim dos cactos (um dos mais antigos da Europa) é um ponto de passagem obrigatório. A Estufa Circular, mandada construir por D. Pedro V especialmente para a sua esposa encontra-se a ultimar as obras de requalificação. A Casa do Regalo e o Lago Duque de Lafões são outros dos encantos deste jardim repleto de árvores das mais variadas espécies, como alfarrobeiras, medronheiros ou zambujeiros. Há dois pontos de entrada, um pelo Palácio das Necessidades e outro na parte mais alta do jardim, junto à Lapa.

Veja por si toda a beleza desta Tapada

Uma vez que se situa entre Alcântara e a Lapa, é frequente a Junta de Freguesia dos Prazeres e o Grupo dos Amigos da Tapada organizarem visitas guiadas nos primeiros sábados de cada mês. Pelas mais diversas razões (mas principalmente devido ao tempo), as primeiras visitas começam apenas na Primavera. É a partir desta época que este espaço se transforma, mostrando toda a sua beleza e tornando-se propício a diversas atividades, como caminhadas ou piqueniques.

Até para quem pretende um passeio com a sua cara metade, é uma das imensas surpresas que a nossa cidade tem reservadas para si. No entanto, se esse é o seu caso, aconselhamos também a leitura do nosso artigo: Onde Namorar em Lisboa.

Este espaço, fruto de alguns actos de vandalismo sempre condenáveis, tem vindo a sofrer obras de requalificação e recuperação com o objectivo de estarem terminadas ainda antes do Verão. Esperemos que nessa altura tenha mais visitantes, mais lisboetas e, quem sabe, muitos leitores do Onde Lisboa.

Já não tem desculpa para não ir dar um passeio com uma excelente vista para o Tejo, pois não? Já conhecia este jardim? Dê-nos a sua opinião e partilhe a nossa com os seus amigos.

Informações
Onde: Largo das Necessidades (entre Alcântara e a Lapa) – ver mapa abaixo
Como chegar: Autocarro: 712, 713, 727, 742, 773 | Comboio: Alcântara
Horário Inverno: Seg. a Sexta das 8h às 18h e Sáb. e Dom. das 10h às 18h | Horário Verão: Seg. a Sexta das 8h às 19h e Sáb. e Dom. das 10h às 19h
Preço: Grátis [wpgmza id=”54″]

Relacionados

Share

7 Replies to “Já conhece o Jardim da Tapada das Necessidades?”

  1. Meu caro,
    Tenho trocado alguns mails com a CML no sentido de melhorar a conservação, manutenção e vigilância da Tapada das Necessidades.
    É minha opinião, que apesar da jóia que temos em Lisboa, as entidades responsáveis e por vezes a falta de civismo, vão destruindo este espaço verde tão importante para a nossa capital.
    Abraço,
    Pedro Horta Correia

  2. Ana Paula Quintas Tavares says: Responder

    Não imaginava uma maravilha destas, dentro de Lisboa.
    Conhecemos tão mal a nossa, maravilhosa, cidade.
    Obrigada, Diogo Madeira

  3. Ana Paula Quintas says: Responder

    Não imaginava uma maravilha destas, dentro de Lisboa.
    Conhecemos tão mal a nossa, maravilhosa, cidade.
    Obrigada, Diogo Madeira

  4. Olá! Sabe-me dizer se tem de se pagar para fazer um piquenique na Tapada? Já ouvi dizer que sim..

  5. maria do carmo says: Responder

    obrigada pelo seu artigo! Ajuda-nos a redescobrir Lisboa

  6. César Salgueiro says: Responder

    Olá. Obrigado pela “dica” proporcionou-nos (minha cara metade e eu) uma tarde luminosa e super relaxante.
    Lisboa é mesmo assim, surpreende-nos, encanta-nos e relaxa-nos.
    Um abraço e continue…….
    César

  7. Obrigada por nos ter dado a conhecer este jardim.

Responder a Catarina Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.