Estação de metro Baixa Chiado com exposição fotográfica

O Metropolitano de Lisboa procura promover ações culturais através de parcerias com diversas instituições e é um dos principais apoiantes da exposição fotográfica “”Ni’ei: há um momento atrás” de Sofia Yu, patente na estação Baixa Chiado até dia 31 de maio.

 

Trata-se de um ensaio fotográfico que documenta a vida dos Penan, uma tribo de coletores nómadas do Sudeste Asiático, e que regista momentos que retratam a evolução da civilização e as suas consequências, uma tendência que a fotógrafa procura seguir em todos os seus trabalhos que se concentram, sobretudo, nas culturas humanas ameaçadas pelo estilo de vida moderno, dentro e fora das sociedades ocidentais.

Com exposições já realizadas no Reino Unido, Portugal e Estados Unidos da América, Sofia Yu tem procurado manter a essência dos seus projetos através de diversos temas que comprovam visualmente que o sistema civilizacional poderá estar, de alguma forma, a afetar negativamente diversos povos e que não deverá ser implementado de forma idêntica, nas mais diversas culturas.

 

Através de apoios e parcerias deste tipo, o Metro de Lisboa promove a transversalidade cultural e uma efetiva integração das políticas culturais sectoriais, com vista a fomentar o interesse e a motivação para as criações artísticas que se revelem de especial qualidade e que se pretendem sejam amplamente difundidas.

 

 

Sobre Sofia Yu
Sofia Mota Yu nasce em Oeiras em 1982, filha de Pai Português (que em serviço militar conhecera a sua Mãe em Macau), Mãe Chinesa que nascera na era de Mao Tsé Tung e fugira para Hong Kong (parte inglesa).

Sofia frequentou a licenciatura em Serviço Social no Instituto Superior de Serviço Social – Lisboa. Posteriormente arrancou para novas paragens, dando lugar à sua maior paixão: viajar, o que fez durante 7 anos pelo mundo, visitando 46 países, intercalando lazer com projetos profissionais.

Considera-se Documentarista Visual, desenvolvendo trabalhos de Investigação e Documentário Fotográfico, como freelancer é assídua colabora com Organizações Não Governamentais, focando-se em temáticas como Direitos Humanos e Animais. Interessa-se pela construção e desenvolvimento da civilização, as suas consequências ambientais, o impacto que a mesma tem nos humanos e nos animais.

 

Relacionados

Share

Deixar uma resposta